Saiba comprar seu carro



"O Subaru Forester é uma boa opção de compra?"

"Caro Gustavo,

Parabéns pelo site e os comentários!

Preciso de sua ajuda: quero comprar um SUV, e é por necessidade mesmo. Tenho feito algumas viagens a passeio para o interior de São Paulo e Minas Gerais, pegando algumas estradas de terra e os carros urbanos definitivamente não foram feitos para isso. Poderia optar por um nacional tipo “adventure”, porém gostaria de um pouco mais de conforto e de preferência com câmbio automático.

Nas minhas pesquisas encontrei diversos veículos, dentre eles a Subaru Forester 2009 e achei o carro interessante, principalmente quando seu preço se equiparou ao de Tucson e Sportage intermediários, e mais barato que CR-V, Captiva e X-Trail. O carro, além de tudo, é 4x4 integral, tem cinco anos de garantia e parece que tem apetite moderado por gasolina.

Gostaria de ler sua opinião sobre esta compra...

Obrigado,

Edson Cury"

"Caro Gustavo,

Boa noite! Gosto muito do seu blog.

Queria uma dica, por favor: pretendo trocar meu carro, já que terei meu primeiro filho em breve. Pretendo blindar esse carro! Fora a blindagem, quero gastar até R$ 110 mil (no carro). O que voce recomenda?

Olhei alguns até agora: Subaru Forester, Mitsubishi Outlander, VW Passat Variant, Jetta, Honda CR-V... mas estou bastante perdido! Qual você prefere? (entre os que listei ou algum outro que eu nao conheça...).

Eu costumo viajar nos finais de semana - para a praia, geralmente. Ando muito pouco na cidade, já que meu trabalho é muito próximo de casa. Além da minha esposa e filho, provavelmente levarei uma babá - e muitas malas.

Esse seria o meu único carro! Outra informação importante: procuro um carro que seja bastante seguro (airbags, estabilidade etc). Me indicaram o Subaru Forester, mas fizeram uma ressalva quanto ao valor de revenda. No meu caso, uma vez que blindo o veículo, costumo ficar muitos anos com o mesmo - até literalmente nao ter mais condições de uso. Meu carro atual é um VW Golf - tem 9 anos de uso. Dessa forma, não me preocupa muito o valor de revenda.

Atenciosamente,

Marcelo Grisi"


Prezados Edson e Marcelo, bom dia! Espero que vocês estejam bem. Parabéns pelo herdeiro, Marcelo!

Vocês dois, por motivos diferentes, chegaram à Subaru Forester, que agora é oferecida a um valor bastante acessível, próximo do de outros modelos do grupo CAOA, como os Hyundai. E é aí que mora o perigo.



Os carros da Subaru são o sonho de consumo de qualquer apreciador de automóveis. Centro de gravidade baixo, tração nas quatro rodas, distribuição de peso perfeita ou quase isso, comportamento dinâmico impecável, baixíssima manutenção e um bocado de espaço interno, especialmente no Legacy e em seus derivados. A Forester é uma perua com os mesmos atributos. Vejam as imagens:








O problema é que a marca, no Brasil, tem uma distribuição muito deficiente. Não é em todo lugar que há uma concessionária, os preços variam sem muito critério e as peças são caríssimas. Sempre se pode importar de modo independente, mas, com a garantia de cinco anos, que deveria ser um alento, o que acontece é que todos os serviços têm de ser feitos em uma oficina autorizada, sob pena de perder a garantia. Se a oficina for boa, tanto melhor. Se não for...

Como as peças são caras e o carro perde bastante valor justamente pela política de distribuição deficiente, há casos em que um reparo bobo pode dar até perda total no veículo. Eu já soube de situações em que um alternador custava R$ 4.500! Vale fazer uma cotação de preços de peças antes de comprar o carro, portanto, assim como de seguro.

No caso do Edson, talvez fosse melhor optar por um utilitário com fabricação nacional, como o Mitsubishi Pajero TR4, que é flex e deve ter uma rede de distribuição maior que a de um Subaru. Se as peças e a desvalorização não forem um problema, a Forester, então, seria uma excelente opção, assim como a Outback (que deve mudar em breve no exterior; completamente).

No caso do Marcelo, a blindagem é o maior problema. Isso porque um carro blindado, a não ser que seja blindado de série, como alguns BMW e Mercedes-Benz, costuma ter desgaste de peças mais acentuado, especialmente de suspensão, como amortecedores, por causa do peso a mais que ele tem de suportar. As trocas acabam acontecendo em intervalos menores. Como as peças originais são caras, vale conferir os preços antes da compra com especial atenção.

Se manutenção não for um problema, a Subaru Outback seria minha recomendação ao Marcelo, mais do que a Forester. Isso se estivesse no valor previsto de R$ 110 mil, mas não está. Pode ser que, com descontos, ela até atinja este valor, o que só se pode conseguir analisar caso a caso (dependendo da concessionária).

Feitas as devidas ressalvas, eu diria aos dois que os veículos da Subaru são excelentes. Pena é não terem no Brasil a devida atenção, o que acaba por desvalorizá-los.

Para todos aqueles interessados em uma consulta parecida com esta, gostaria de pedir que, antes de mandarem seus e-mails para ghruffo@motordicas.com.br, vocês não se esqueçam de me passar que tipo de uso fazem com o carro, o que mais valorizam no veículo, quanto tempo pretendem ficar com ele, quantas pessoas vão transportar, em que tipo de terreno rodam (cidade, estrada, estrada de terra), se manutenção, desvalorização, seguro e consumo são fatores importantes e quanto pretendem gastar na compra.

Pode não parecer, mas perfeição não é absoluta. Para cada caso existe um modelo mais indicado. Também peço a paciência de vocês, já que o número de consultas cresceu muito e está difícil atender todo mundo.

Um abraço aos dois, e boa compra,

Gustavo